sábado, novembro 11, 2006

Gloria










Vamos orar pelos nossos irmãos que são perseguidos...
Penso que esta história verdadeira, não necessita explicações...

11 comentários:

Andrea disse...

Querido marido,

sim, não precisa de explicações, assim como não tenho palavras para explicar o quão constrangido e quebrantado ficou o meu coração ao ver esta história verídica.

Sim, vamos interceder.

Um abraço muito especial para o meu amado marido e escolhido do Senhor.

Paula disse...

Esta foi uma das coisas que Deus usou para me fazer ouvir a Sua voz ultimamente... é algo muito tocante... e ainda é uma lição maior porque é real...

Que eu possa ser fiel a este ponto... é o que Ele quer de mim...

Um abraço aos timores

Timor disse...

Oi (mãe), só para te dizer aqui o que já sabes, o nosso cantinho confortável, convida-nos a esquecer dos nossos irmãos que sofrem pelo mesmo “querer” que nós.
Ao publicar este artigo, o Senhor, leva o meu coração a não ser egoísta.
Beijocas linda…


Paulinha, por vezes penso se teria coragem de andar com uma cruz, de madeira, parecendo um doido para este mundo…mas um filho aceitável para o Pai Celestial.
Que o senhor tenha misericórdia de nós…

Fica este versículo para quem quiser ler: 1 coríntios 1:18

bjs pgv

Anónimo disse...

Sem palavras...

Timor disse...

Boas Daniel,tambem não tenho palavras, mas tenho um coração apertado...

AnJaka disse...

Hello , This is a good article site.
i found many information here.
-----------------------------------------------
http://global-in-arm.com
Good luck,

Victor Santos disse...

Orar por irmãos que decidiram dar a sua vida é um privilégio. Muitas pessoas só querem benção e não estão dispostas a pagar o preço. Que Deus nos ajude.

Um abraço!

Visite o meu blog :)

Victoribad.blogspot.com

Tinoca Laroca disse...

Mal consigo escrever, pois estou demasiado comovida.
Nada que nós não saibamos, mas que precisamos rever n e n vezes para nos lembrarmos do que realmente importa.
Numa sociedade livre, em que os cristãos se preocupam cada vez mais com futilidades, e, competem quanto à sua espiritualidade, vejo neste filme, a real espiritualidade.
E será que teriamso a mesma coragem de levar o sofrimento até ao fim?
Talvez...
valha a pena...
meditar nisso
God bless you.
T.

Timor disse...

Oi Victor obrigado pela tua visita.
Essa é uma das diferenças entre crente e discípulo, este ultimo está disposto a sofrer e o outro não.

Olá tinoca, já vi estas imagens muitas vezes, elas continuam a mexer comigo. Eu lancei um desafio para mim mesmo, sempre que ligo o blog ou lembro-me destas imagens, nesse preciso momento esteja onde estiver, orar pela igreja perseguida.

Bjs e a paz de Deus esteja com todos nós.

Noemi disse...

Olá Timor,
Não há palavras...
Muitas vezes falamos e ouvimos falar da igreja perseguida, mas levamos tudo de uma maneira tão leviana...
Que Deus nos perdoe!!
E que eu possa levantar mais a minha voz para ORAR pelos nossos irmãos perseguidos...

Timor disse...

Olá Noemi,
Isso que dizes é uma grande verdade, eu estou a tentar disciplinar-me neste aspecto. A minha oração é que o Senhor desperte os nossos corações, para a sensibilidade da igreja que sofre pelo Seu Nome…

Bjs PGV…